X

Essa semana se iniciou a Pré-Temporada da Overwatch League. Nos dois primeiros dias de jogos tivemos showmatches entre 11  das 12 equipes participantes da liga.As partidas foram transmitidas pelo site da MLG e da Overwatch League, onde as partidas estão gravadas e podem ser assistidas a qualquer momento.

Por enquanto as partidas serão transmitidas apenas pela MLG, onde é possível ter uma qualidade de transmissão melhor. Infelizmente, não foi possível saber quantas pessoas acompanharam ao evento, como seria no caso de partidas transmitidas pela Twitch. A boa noticia é que segundo o jogador xQc da Dallas Fuel as partidas voltam a ser transmitidas pela Twitch quando a liga começar de verdade.

 FLORIDA MAYHEM VS SAN FRANCISCO SHOCK

Narrada pelos clássicos casters DoA e Montecristo essa foi uma das partidas mais disputadas da noite, com um placar de 3 a 1 para SF Shock. Durante a partida foram jogados os mapas Templo de Anúbis, Eichenwalde, Oasis e Dorado.

A estrela da partida foi Babybay, ex-jogador da Kungarna, Shotcaller e DPS da SF Shock. Isso foi algo surpreendente para o público em geral e a equipe de comentaristas da Blizzard, que o chamaram de “TviQ da SF Shock”, devido a sua grande flexibilidade de heróis.

Apesar do placar amplo, o jogo foi cheio de reviravoltas. Em um momento a Florida Mayhem dominava a partida e parecia que iria levar o mapa, em seguida a SF Shock retomava o ponto aos 99% e conseguia mantê-lo até o fim, conquistando o mapa.

Com o final da partida fica uma crítica a equipe da Florida Mayhem, que decidiu levar apenas 6 jogadores para o campeonato, deixando o time mais previsível e fácil de se adaptar ao se do ponto de vista do adversário.

Os jogadores Sinatraa e Super da SF Shock não puderam jogar, pois ainda são menores de idade e só poderão participar da Overwatch League assim que completarem 18 anos.

LA VALIANTS VS SAN FRANCISCO SHOCK

Outra partida extremamente disputada foi entre a equipe de São Francisco contra a de Los Angeles.  O novo time da Immortals também entrou desfalcado devido à idade do canadense Agilities, mas compensou com os novos jogadores SoOn e Silkthread.

Essa foi a única partida da noite que precisou do 5° jogo para desempatar o 2 a 2 que estava rolando, no fim quem levou a vitória foi a LA Valiants, em Torre Lijiang.

https://twitter.com/overwatchleague/status/938613254082801664

Pudemos ver mais navio pirata em Jukertown, com ambos os times jogando com um Bastion e Orisa na Carga. Comprovando que nesse mapa realmente as composições alternativas funcionam muito bem.

Após a derrota da SF Shock o analista MonteCristo justifica o acontecimento em defesa da equipe, afirmando que eles passaram por um desgaste após ter que jogar 9 mapas nessa noite, tendo enfrentado a Florida Mayhem para substituir a Philadelphia Fusion, que por erros com vistos e passaportes não conseguiu comparecer a Pre-Season.

SEOUL DYNASTY VS SHANGHAI DRAGONS 

Na última partida da noite tivemos uma disputa entre Coreia e China. A equipe de Shanghai conseguiu criar bons ataques, mas na defesa simplesmente não conseguia segurar todo o entrosamento da equipe coreana. Inclusive no primeiro ataque da partida, em Dorado, o time coreano terminou o mapa com jogadores morrendo nenhuma vez, uma ou no máximo duas vezes durante todo o ataque.

Essa inclusive foi a partida que mais se teve trocas de jogadores, no final foram 10 jogadores estreando pelo lado de Seoul. O time que era conhecido por ter ótimos tanks e suportes contratou 4 novos DPS’s e dois novos Tanks, reformulando bastante a sua line antiga que já era considerada uma das melhores do mundo.

Apesar do desequilíbrio nas partidas, deve-se chamar atenção para o DPS da Shanghai Dragons, Diya, que protagonizou excelentes jogadas e foi o principal responsável pelos bons ataques da equipe chinesa.

 

https://twitter.com/overwatchleague/status/938645862338588672

LOS ANGELES GLADIATORS VS LONDON SPITFIRE 

Essa foi provavelmente a maior surpresa até agora. Se você é uma pessoa que acompanhava o cenário profissional, você deveria saber que a Spitfire era provavelmente a equipe mais forte do torneio. Eles não eram apenas formados por coreanos, a equipe era composta por jogadores de dois dos times mais fortes de Overwatch que existiam, a GC Busan, campeã do último Apex, maior campeonato coreano de Overwatch além de alguns jogadores da Kongdoo Phantera, 3° lugar da última edição do Apex e vice-campeão da temporada anterior.

https://twitter.com/overwatchleague/status/938912739258384384

Do outro lado tínhamos uma equipe nova, a maior estrela da partida era SureFour, um dos mais famosos streamers do Overwatch, mas que nunca havia alcançado grandes conquistas dentro do cenário profissional, o que faziam muitos pensarem que a Gladiators era um dos times mais fracos do campeonato. O que se provou falso visto que presenciamos uma bela vitória por 3 a 2 para equipe de Los Angeles.

No início em Junkertown muitos acharam que a vitória da Gladiators aconteceu exclusivamente em fator do mapa, que propiciava composições de heróis off-Meta, como o Bastion, um herói melhor dominado pela Gladiators. Em seguida saíram os jogadores da ex jogadores da GC Busan e entraram os garotos da antiga Kongdoo Phantera, conseguindo uma vitória para Londres, até aí parecia que tudo iria voltar ao normal.

Profit e Hooreg voltam e conseguem mais uma vitória para Spitfire, mas no ultimo mapa a Gladiators surpreende realizando uma formação com 3 DPS em Numbani. Com esse último mapa e o mapa de desempate na Torre Lijiang deu para ver que não foi sorte ou questão de mapa. O Time de Los Angeles realmente está muito forte, com um ótimo trabalho em equipe, noção de jogo e posicionamento. Eles sabem quando avançar, quando recuar e o mais interessante, eles são super ousados. Além de terem executado o triple dps, eles optaram por duas vezes se esconder em um ponto do mapa na defesa, esperando o time de Londres passar para então atacar.

Os destaques da partida vão para Surefour, o brasileiro Hydration, o suporte Shaz, que também jogou muito bem de Genji e foi quase um DPS de Zennyata e principalmente Asher, outro DPS da equipe.

Curiosidade: O time de Londres pertence a Cloud 9, antiga equipe de Surefour. O motivo pelo qual eles treinaram triple DPS foi fato do jogador de D.va deles ter ficado doente por um tempo, forçando a equipe a treinar com 3 DPS.

DALLAS FUEL VS HOUSTON OUTLAWS

Essa era uma das partidas mais esperadas. Dois times do mesmo estado competindo, rivalidade a vista. De uma lado Dallas Fuel, antiga EnVyUs, um time estrelado e com diversos títulos que recentemente contratou dois dos maiores streamers do jogo, Seagull e xQc. Do outro lado Houston Outlaws, a base do time Norte Americano na Copa Mundial com Jake, CoolMatt e Rawkus.

A rivalidade também começou alta entre Taimou, uma das melhores Widowmakers do mundo contra LiNkzr, conhecido por ótimo em X1 de Widow. No fim quem estava levando a melhor era LiNkzr, no primeiro mapa pelo menos. A verdade é que as  partidas foram super disputadas, no final Dallas ganhou de 3 a 2, mas passando muito sufoco. Nos mapas de escolta de carga quem levou a melhor foi Houston, mas no mapa Templo de Anúbis, Oasis e Torre Lijiang a equipe de Dallas saiu por cima.

As maiores surpresas em questão de composição vieram de Dallas, jogando sem um main Tank e com um main Off-Tank e três main DPS nos mapas de ponto de controle eles fizeram uma composição com Roadhog, Junkrat e Orisa nesses mapas, algo bem inusitado e que parece ter sido bem chato de se jogar contra. Foi comum também ver o Effect, uma das melhores Tracers do mundo jogando de Zarya em momentos que Dallas com seus três DPS em campo fizeram triple Tank. Engraçado? Talvez, mas não tanto quanto ver um dos jogadores com a melhor mira do mundo, Taimou, jogando de Winston certamente foi, mas mesmo assim, garantiram a vitória!

Mesmo com a derrota deve-se elogiar a equipe de Houston, como comprovado por um compilado feito pela Blizzard, eles souberam muito bem caçar a Mercy inimiga, não deixando Chipshajen em paz. Isso também é algo com o que se preocupar para Dallas, Chips é famoso por sua atuação de Ana e Zennyata, mas sua apresentação de Mercy foi muito abaixo do esperado, ele morreu muito e isso foi um dos motivos para os a vitória da Outlaws em 2 mapas. Uma opção seria utilizar o jogador Custa na Mercy, tendo em vista seu ótimo histórico com a heroína e manter Chipshajen com o Zennyata.

NEW YORK EXCELSIOR VS BOSTON UPRISING

Boston Uprising era outra equipe considerada entre as mais fracas, apesar disso eles não se deixaram abalar e usaram isso como escudo, eles eram os underdogs, ou seja, sem pressão e o único caminho possível seria para cima. Dito e feito eles jogaram muito bem contra a Excelsior, apesar da derrota por 3 a 1.

O time sabia fazer boas defesas, começava bem, mas assim que NY pegava o jeito contra eles o jogo praticamente acabava, deixando-os sem muita reação. Deu para sentir que o time de Boston tinha muito talento individual, Dreamkasper demonstrou ter uma grande diversidade de heróis e Striker com sua Tracer, conseguiu mostrar em Oásis um jogo superior a de Saebyeolbe, famoso por jogar de Tracer e DPS na seleção coreana.

Boston, uma equipe formada por diversos coreanos que vieram de times pequenos, se demonstra um time com muito futuro e que precisa apenas melhorar a coordenação e o trabalho em equipe. Já NY, com um elenco estrelado por jogadores da seleção coreana na copa do mundo como SBB e Mano demonstrou o que todos já sabíamos, eles vem com um time forte e com grandes possibilidades de título. Flower (seu nick era Fl0W3R, mas não se permitem números nos nomes da Overwatch League) uma das estrelas do time e da Copa Mundial não pode jogar, ele ainda tem 17 anos e só será elegível em maio, mas não há com o que se preocupar, caro torcedor da Excelsior, o jogador Pine se provou um excelente substituto, dominando muito bem todos heróis que Flower costuma jogar. Se ele é melhor ou não, apenas o tempo dirá.

O Meta da Copa Continua

Com o fim da Copa Mundial, era esperado que o meta fosse mudar, que a Moira aparecesse mais e que a Mercy, muito criticada por deixar o jogo mais lento, fosse menos utilizada, mas não foi isso que aconteceu. Durante o primeiro dia de Pre Season tivemos Mercy em quase todas as partidas e pouquíssimas aparições da nova heroína. Acompanhando a Mercy ainda vemos predominante Zennyata, com algumas aparições do Lucio. Entre os Tanks e DPS a situação também não mudou muito, Orisa, Roadhog e Junkrat que brilharam na copa apareceram, mas em menor escala.

Fique ligado para saber mais sobre os próximos jogos da Overwatch League. Até logo!

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0