X

Parece que a brincadeira acabou.
Vem comigo!

O terceiro dia começou naquele clima de pelada de fim de ano, todo mundo sorrindo e esperançoso, hoje vai ter show, vamos nos divertir! A coisa foi mais ou menos isso mesmo, mas com uma pitada de ~Quero ser ídolo~.

San Franscisco Shock e London Spitfire  foram os primeiros a jogar.

O jogo prometia ser pegado. A Shock já tinha feito ótimas apresentações, Babybay e Danteh já haviam mostrado muito talento, mas esbarraram em uma Spitfire muito concentrada e liderada por Rascal (fiquem de olho nessa fera) que comandou os ataques e não deu chances, simplesmente jogaram sem erros e a cada round, a cada mapa que passava dava pra ver o desânimo dos jogadores da Shock. Spitfire 4 x 0 Shock. Um pequeno telecurso deu a Spitfire.

Logo depois provavelmente o jogo mais equilibrado da noite, Seoul Dynasty x Houston Outlaws .

Em Junkertown nenhuma das duas equipes conseguiu levar a carga até o 3º ponto, ficaram bem próximos e a Dynasty sob o comando de Fleta (fiquem de olho também nessa fera) conseguiu levar a melhor por poucos metros.

Em Horizon a Dynasty jogou o fino, conquistou o primeiro ponto e sofreu pra pegar 1/3 do segundo, mas parecia bem tranquila na defesa com a sua dupla de tanks bem posta – Miro e Zunba – e seguraram até o overtime do primeiro ponto, quando a Outlaws recebeu o famoso “Buff da prorrogação” e foi com tudo pra cima. Conquistaram o ponto e foram loucos pra tentar vencer o jogo. Linkzr (fiquem de olho em mais essa fera) incorporou o buff e fez estrago com seu Soldado 76. Vitória da Outlaws!

Sejam bem vindos a Ilios! Cara, nesse mapa só deu Fleta com sua Pharah, sinceramente, esse garoto é provido de dedos diferentes, deve jogar com o mouse virado ou algo assim. Já em Numbani o jogo foi igual e um empate em 3 a 3 fechou a série.  Assim a Dynasty venceu a Outlaws por 2 x 1.

O ultimo combate também foi, como diria lá em casa, “pau a pau”. A Shangai Dragons encarou a Boston Uprising em uma ótima melhor de 5.

No primeiro mapa, Junkertown, rolou um duelo de Widow e a Uprising levou a melhor.

No segundo mapa, Horizon, a Dragons inovou e trouxe Widow + Torb + Junk com apenas a Mercy de curandeira e levou a melhor, defendendo tranquilamente. Em Ilios deu Dragons, Diya (fiquem de olho nessa fera) estava impossível com seu McCree e sua Widow, e com tiros precisos sempre deixava os dragões na vantagem.

Dança da motinha, danonim” – me desculpem, mas sempre que começa Numbani eu só consigo ouvir isso >.< . E Numbani foi o palco de uma defesa muito bem montada pela Uprising, comandada pelo seu Soldado 76 Dreamkazper (fiquem de olho nessa fera). Não perderam o primeiro ponto e depois conseguiram a captura levando a melhor e empatando o confronto em 2 a 2.

Torre Lijiang foi emocionante e decisiva. No primeiro ponto, Mercado, os suportes e tanks da Dragons fizeram a diferença. Destaque para Roshan de Winston e Freefeel de Zenyata que juntos se completavam e garantiam os combates. Logo depois o jogo parecia ganho, a Dragons levou pro 99% mas o tal do “Buff da prorrogação” apareceu outra vez e a Upsrising venceu, levando pra terceira e ultima rodada.

Aí surgiu a Moira. Isso mesmo, Neko trouxe ela pro jogo e sugou a energia vital dos Dragões que não souberam lidar. Shangai Dragons 2 x 3 Boston Uprising.

Fiquem de olhos abertos, talvez esses sejam os primeiros cliques de futuros craques do mousepad. Tem gente fazendo abates de placa até no treino, não vejo a hora dos jogos oficiais.

O terceiro dia foi isso, eu agradeço o carinho, comentários e quero dizer que estou muito feliz por esta postando meu ponto vista no Overwatchers.

Você conhece o Zunba?

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0