X

Vem comigo, amigo!

Finalmente a Overwatch League estreou e foram 4 dias com jogos de arrepiar a sola do pé e a palma da mão.

Não vou falar sobre cada jogo, até porque foram 12 confrontos, vou falar sobre o geral, sobre os destaques, sobre aqueles que arrancaram memes e comemorações.

Começo com a estrutura e transmissão. Como eu esperava, tudo impecavelmente lindo, inclusive alguns players. Kappapride

Os jogos rolaram de acordo com o cronograma. Tudo certinho, como deveria ser. Valeu a pena esperar. Conteúdos captados durante a Pré-season e entrevistas gravadas preencheram os intervalos, entrevistas ao vivo adicionavam detalhes, tudo muito dinâmico e completo. Teve até transmissão da Twitch, que deve ter ficado feliz porque seus canais juntos deram um pico de 440mil pessoas assistindo no primeiro dia.

Jogos maravilhosos, gostosos, bonitos, de se apaixonar a primeira vista. É, posso dizer que sim, tenho certeza que a Overwatch League apaixonou muita gente no primeiro piscar de olhos.

Jogadas plasticamente lindas, formações e heróis sendo usados de formas surpreendentes – Destaque pra Orisa em Anúbis, que com a ajuda da Mei ia pra cima da casa e protegia a Widowmaker na defesa.

Por falar em maravilhosos, vou começar com aquelas equipes que já se destacaram e que com certeza vão lutar pela parte de cima do ranking:

Los Angeles ValiantSeoul DynastyLondon SpitfireNew York Excelsior venceram seus confrontos e mostraram muita força.

Na Valiant eu destaco Agilities e Silkthread que revesavam e realizavam um belo jogo. A equipe toda muito forte, com um trabalho e tank e suporte feito com maestria, poucos combates feitos “de qualquer jeito” e muita proteção aos healers. O jogo contra a Dallas Fuel foi o mais pesado, mas a Valiant se mostrou com um jogo em equipe muito mais forte.

Na Dynasty destaco Fleta e Ryujehong, o primeiro é insano, sério, ele tem reflexos espetaculares, me faltam palavras pra descrever, e o segundo dá aula de suporte e ainda arriscou um Doomfist lul. O jogo mais complicado foi contra, novamente, a Dallas Fuel, que venceu Junkertown e ainda arrancou um empate em Numbani.

Na Spitfire os holofotes foram para Gesture e Profit. O primeiro fazendo o papel de tank lindamente, o garoto da aula de movimentação e suporte ao time. Já o Profit, que muito melhor que Crossfit, arrebentou! É kill, é Profit! Carregou o time as vitórias sem maiores problemas.

Já a Excelsior se mostrou forte nos dedos de Saebyeolbe e Jjonak. O primeiro é habilidoso como DPS, com uma Tracer chata conseguiu dar muito trabalho pra linha de trás dos adversários. Quase sempre anulando um suporte inimigo, criando assim uma grande vantagem nos combates. Já o Jjonak é um falso healer, o cara tem uma resposta e mira com seu Zenyata que é assustador. Deu aula de como um suporte pode ser tão importante nos abates da equipe. AHHHH eu não posso esquecer do PINE! AMIGO, SÉRIO, se você não viu o Pine jogando de McCree em Ilios, vá agora, faça esse favor por você. Eu sou um apaixonado pelo Cowboy e me arrepiei vendo esse garoto jogar! O Cara é o Rei da Pistola, o Pacificador, o Papaco da OWLeague.

“Suspeito conhecido como “Pine” procurado por múltiplas eliminações em Boston e Houston. Visto pela última vez em Ilios. Se o vir, por favor notifique os oficiais de Overwatch imediatamente”

E a LA Gladiators? E o Brasileiro Hydration? Como foi, Neves?

Foi bom, foi muito bom! O garoto estreou dando show de Doomfist. Aquelas lives jogando, aqueles treinos ao vivo, aqueles jogos na rankeada me fizeram esperar por um Doomfist forte e eu não estava errado. A LA Gladiators claramente jogou melhor com ele no mapa. Jogou bem de Pharah, belos foguetes diretos no peito dos inimigos, e utilizou bem o Genji, com bons avanços e algumas boas fatiadas.

A LA Gladiators atropelou os chineses da Shanghai Dragons no primeiro dia e foi atropelada pela Seoul Dynasty no sábado, e volto a destacar, os melhores jogos foram com o brasileiro, então Gladiators, que tal parar de substituir nosso garoto?


Bom, esses foram os grandes destaques ao meu ver, equipes que devem se mostrar fortes durante todo o campeonato, mas fiquem de olho também em Dallas Fuel e Houston Outlaws, as duas equipes tem elencos talentosos, mostraram muita habilidade individual e me parece que precisam apenas de treino pra melhorar o trabalho em equipe. Seagull, Taimou, Jake, Mikie, Linkzr e companhia, ainda vão ser motivo de muitos gritos e arrepios.

A primeira semana foi agitada, muitos duelos de Widow, varios Junks, McCree aparecendo pontualmente, Bastion e a formação Navio Pirata aparecendo em Junkertown, e muita, mas muita, mas muita Mercy.

Foi muito bom assistir todos os jogos durante esses quatro dias. Confesso que narrei mentalmente cada partida, claro que sem o filtro +18, e me diverti muito vendo como o Overwatch é realmente apaixonante em altíssimo nível.

Eu sou Neves Tudão, e to com crush forte com esse campeonato.

E aí, o que acharam da primeira semana? Eu fico por aqui e até semana que vem! Abraços.

Você conhece o Collmatt?

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0