X

E aí pessoal, como estão? Bora continuar com o nosso papo semanal sobre a Overwatch League?

A terceira semana veio pra mostrar que surpresas acontecem, acabando com essa história da “invencibilidade coreana”.

Quer saber mais? Vem comigo!

Quero começar dizendo que estou impressionado. A cada semana que passa o nível da Overwatch League sobe na mesma proporção em que os jogadores ficam mais à vontade sob os holofotes.

Na quarta-feira, tudo ocorreu como o esperado. A coreana Spitfire venceu a Shock sem muitas dificuldades, com um 3 a 1 convincente. Já a coreana Dynasty venceu a Dragons com um 3 a 1 full meme, parecia brincadeira. O único jogo que não tinha um favorito foi aquele que a Gladiators perdeu por 3 a 2 para a Valiant. Essa partida valeu a noite!

Quinta foi o dia mais louco, o dia que eu não entendi quase nada. O Dreamkazper começou a noite levando a  Uprising a uma vitória surpreendente, por 3 a 2 em cima da coreana Spitfire. Isso que a Spitfire era, pra mim, o terceiro melhor time da liga, mas tava caindo de rendimento…

No segundo jogo da noite eu pensei: isso não tá acontecendo… O monstro Shadowburn jogou o que sabe e levou a Fusion à vitória também por 3 a 2 contra o time de Nova Iorque, formado por coreanos,  Excelsior. Sério, eu não tava entendendo nada… Como assim dois times de jogadores coreanos perdendo no mesmo dia? E logo a Excelsior, que eu sempre achei que era a única que iria bater a Dynasty, tava perdendo? Eu heim… A noite terminou com um 4 a 0 da Outlaws em cima da Mayhem, mas isso já era esperado por mim e pelo Jake, dps da Outlaws, que anda dizendo em entrevista que vai ganhar tudo por 4 a 0.

Será que a sexta é dia de maldade na Overwatch League também? E não é que foi mesmo?

A noite começou com o jogo mais esperado: a única invicta Seoul Dynasty enfrentou a abalada New York Excelsior e, sem sombra de dúvidas, esse foi o melhor jogo de toda a liga até agora. Um jogo lá e cá. A Excelsior abriu segurando a poderosa Dynasty em Eichenwalde e acendeu o alarme anti-invencibilidade. Em Horizon, uma disputa digna de um 5 a 4 levou a Dynasty ao empate. Logo depois em Oasis, a expectativa de vermos o Pine era grande, mas ele não apareceu, frustrando todos, menos a própria Excelsior, que mostrou um Saebyeolbe afiado e um Libero monstro. Assim, saíram com a vitória. Vamos lá: Excelsior 2 x 1 Dynasty, não perca a conta. Na quarta partida, Fleta fez de tudo em Junkertown, mas a Dynasty conseguiu apenas o primeiro ponto, ficando muito próximo do segundo. Passava pela minha cabeça que seria 3 a 1 pra Excelsior, mas era sexta-feira, né? Lembra? Então… em Junkertow, a Dynasty simplesmente não deixou a Excelsior atacar e defendeu o primeiro ponto com muita maestria. Eu não estava acreditando naquela defesa, 2 a 2.

Bora pro último mapa: Torre Lijiang. Será que Pine vem e carrega a Excelsior à vitória? Esse é o tipo de mapa dele! Que nada… nem sombra do Pine. Até que a torcida queria, mas a Excelsior confiava no seu time “titular”. Mano, Meko, Jjonak, Libero, Ark e Saebyeolbe jogaram demais e venceram o último mapa por 2 a 0. E ali eu via a Coreia perder seu último representante invicto. Confesso que fiquei feliz por ter dito no twitter, e acertado, que a Excelsior seria a única equipe capaz de parar a Dynasty. Que noite de sexta, amigos… e só estava começando.

Logo depois, a Dragons venceu dois mapas contra a Fusion, que tinha colocado alguns reservas pra jogar, mas mesmo assim ganhou por 3 a 2. E a primeira vitória da  Dallas, um 3 a 0 em cima da  Shock, foi uma boa novidade que acendeu novamente a chama da Fuel.

O sábado começou com um partidaço entre Fuel e Uprising. Enquanto Effect brilhava pra um lado, Dreamkazper brilhava pro outro, e faziam um show digno de um 3 a 2 disputadíssimo e gostoso de assistir. No segundo jogo, a Valiant, time do Soon, top1 no ranking NA, venceu tranquila com uma bela exibição do seu dps, que não deu chances pra Mayhem.

E o último jogo da terceira semana também prometia. Gladiators x Outlaws tinha tudo pra ser um jogo parelho, mas acabou sendo um baile do Linkzr e companhia. O Dano da Outlaws mostrou versatilidade e, usando principalmente Tracer, Widow e Genji, dominou a Gladiators, levando sua equipe a mais um 4 a 0.

Assim terminou a terceira semana. Não existem mais invictos, não tem essa de apenas um time dominar do início ao fim.

Jogaram areia nos coreanos, tá certo que foi um time coreano que fez isso, mas agora todo mundo já sentiu o gostinho da derrota na Overwatch League.

Então foi isso, galera. Obrigado por, mais uma vez, virem comigo. Um grande abraço e comentem.

Você conhece o Shaz?

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Email this to someonePin on Pinterest0