X
Continuarei utilizando essa série como report de minhas experiências no Overwatch, aqui eu registrarei toda a informação que eu conseguir colher dentro do meu tempo de jogo.

Fala galera! tudo certo?

Na últimas semanas venho percebido uma tendência começando a se formar nos “picks” de heróis, a popularidade de certos heróis começa a ficar clara, destacando principalmente a falta de popularidade de outros heróis.

O site Master Overwatch conta com uma tabela que mostra a popularidade dos heróis, de acordo com a porcentagem de vagas preenchidas por eles.

rank

Destaque para os suportes no topo da tabela. O Lúcio, além de ser o herói mais popular em questão de participação ainda tem a maior pontuação por minuto (isso explica aqueles cards de MVP com 90%+ da partida em chamas) e 57.7% de taxa de vitórias (terceira maior dentre os heróis). Logo abaixo, na terceira posição vemos a Mercy, com uma taxa de vitórias consideravelmente menor, porém ainda com uma taxa de pontuação relativamente alta.

Essa popularidade se explica por si só, considerando que cada time precisa de no mínimo um suporte isso significa que no mínimo 16,7% dos picks deveriam ser suporte e visto que só a Mercy e o Lúcio juntos tem quase 14% esse número é facilmente alcançado, atingindo 18,24% e é isso que nos leva ao final da tabela.

rank2

Espera aí! Como é possível só 18,24% se a Mercy e o Lúcio já tem 14%? Os outros suportes não estão sendo escolhidos?

Do outro lado da tabela, na zona dos negligenciados (que exagero hahaha) vemos a Symmetra e o Zenyatta com apenas 2% do total de picks cada um (destaque para a taxa de vitórias da Symmetra, a maior entre os heróis). Isso é muito pouco, visto que Mercy e Lúcio tem 6 e 7% respectivamente, seus companheiros de suporte não chegam a 1 terço de seus picks e somados não tem a popularidade de um.

Mas por que isso acontece? Symmetra e Zenyatta são ruins como suporte e precisam de buff? Mercy e Lúcio são OP e precisam de um nerf para equilibrar? Nem sempre essa é a questão, para tentar identificar essa preferência, conversei com diversos jogadores e consegui reunir três opiniões que se repetem:

  • Na hora de escolher um suporte os jogadores geralmente priorizam healers, o jogo exige isso. No caso da Symmetra a falta de habilidades de cura tira ela da lista de prioridades.
  • Mercy e Lúcio possuem vantagens incríveis de movimentação, visto que suportes são alvos primários, a falta de movimentação prejudica (principalmente no caso do Zenyatta).
  • Zenyatta e Symmetra são picks “situacionais”, Zenyatta é visto como um counter específico contra tanques e a Symmetra é muito mais focada na defesa e traz vantagens de movimentação em mapas de escolta e mistos (onde o ponto inicial fica muito distante para os defensores). Isso faz com que sejam selecionados juntamente com outros suportes, como um suporte “secundário”.

Eu particularmente compreendo a preferência de escolha, mas ainda assim acredito que os heróis do final da tabela estão sendo mal utilizados pois tem potenciais incríveis. Destaque para a Zarya que tem uma das Ults mais poderosas do jogo e vem ganhando cada vez mais visibilidade recentemente, principalmente depois do vídeo da jogadora Coreana Gegury.

Por fim, tenho jogado bastante de Symmetra e para mostrar que dá sim pra ser efetivo com ela e que ela é extremamente eficiente quando bem utilizada, tá aí um vídeo recente que fiz na defesa de Numbani.

E você o que acha? Tem motivo pra Symmetra e Zenyatta serem pouco utilizados? Lúcio e Mercy tem realmente vantagem? Deixe seu comentário, nós queremos saber sua opinião!

Até a próxima :3

Compartilhe este post!
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Tumblr
Tumblr
0Email this to someone
email
Pin on Pinterest
Pinterest
0